quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Tecido na parede - Mais fácil do que você imagina

Uma das primeiras coisas que eu fiz no cafofo foi pintar as paredes do banheiro, que são de azulejo até o meio da parede. Escolhi um rosa escuro porque queria usar a paleta do roxo nos objetos. Abaixo o antes e depois desta etapa:


Não ficou ruim, mas na hora que coloquei a cor escura todos os defeitos da parede - que foi muito mal emassada - apareceram. Não, gritaram! Como essa é uma das poucas coisas que eu (ainda) não sei fazer numa reforma, precisei arrumar um meio de tapar aquela monstruosidade. Cogitei colocar os azulejos até o teto, mas aí não ia ter o meu toque pessoal...

Sempre achei um luxo banheiro com papel de parede, e recentemente os sites e revistas de decoração estão dando a dica de colocar tecido. Pesquisei por um próprio, já adesivado: Uma fortuna! Partiu plano B, de novo! Pesquisei na internet um passo a passo bem explicado para aprender. É como diz o ditado: Se não tem no Google, não existe!

O melhor tecido é o gorgurão, que custa por volta de R$ 25 o metro, é encorpado e tem algodão em sua composição, o que facilita a aderência na cola. Falando nela, a melhor é a branca, aquela que as crianças usam na escola e quase todo o mundo tem em casa. Atenção: Se você comprar goma arábica por engano, troca porque não serve. É, dei mole...

Para saber quanto de tecido vai precisar, você calcula o metro quadrado (altura x largura) da área a ser coberta. Dica: Eu cobri uma faixa estreita, menor que a largura padrão do tecido (geralmente de 1,40m), e usei o desenho ao contrário do comprimento (ele era de listras horizontais). Neste caso, calcula-se apenas a largura da área total e descarta-se o resto do tecido, porque senão é preciso fazer uma emenda horizontal no meio da parede.

Para aplicar, meça a altura da parede e corte um pouco a mais. Dilua a cola com um pouco de água, cerca de um terço da quantidade de cola, ou menos. Ela precisa ficar líquida para ser espalhada com facilidade, mas se ficar muito rala não vai segurar o tecido tão bem. Espalhe com um rolinho de espuma, dando especial atenção nos cantos, e deixe rebarba por todos os lados, assim:


Uma espátula para esticar o tecido facilita absurdamente sua vida nessa hora.


As sobras do tecido são retiradas depois, com um estilete bem afiado. Espere secar bem para esse processo, de preferência faça só no dia seguinte.


Como no meu banheiro o final do tecido fica na altura dos olhos, tive que inventar um acabamento, pois por mais que se corte com precisão sempre ficam uns fiapos. Decidi usar uma fita de seda.

Se for usar algum acabamento, use a cola sem diluir

Aqui o resultado final:

O escândalo de prateleira fui que fiz também, mas conto em outro post

Do outro lado:

Os quadrinhos estão em diagonal porque não são exatamente do mesmo tamanho. No caso de um jogo perfeito, o ideal é colocá-los alinhados

Ahazei!
Até o próximo!

4 comentários:

  1. paula cabral de menezes17 de setembro de 2015 11:21

    Uma dúvida: a cola branca, com o vapor da água quente, não descola?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te aviso assim que eu tomar um banho quente... rs

      Excluir
  2. Boa pergunta, fiquei com a mesma dúvida, e também não é necessário passar cola novamente em cima do tecido já colado na parede? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mônica. Desculpe, mas só vi seu comentário agora...
      Bom, já passaram alguns meses, e o tecido não descolou. Também não vi necessidade de passar a cola por cima. O gorgurão é um tecido bem encorpado, talvez isso seja feito para outro tipo de tecido mais fino.
      Obrigada pela participação!

      Excluir